quinta-feira, 6 de agosto de 2009

AS BRUMAS DANÇAM SOBRE O ESPELHO DO RIO – AUTORA: URDA ALICE KLUEGER

Trata-se de um romance-histórico vivenciado por pescadores do litoral de Santa Catarina durante a guerra do Paraguai. O livro é a reedição do mesmo romance de 1981, conservando, inclusive, a apresentação do saudoso escritor e jornalista Norberto Cândido Silveira Júnior, e com orelha do escritor Maicon Tenfen.

Diz Maicon Tenfen a respeito do romance:

“Século XIX, praia do Itajaí, província de Santa Catarina.
Às vésperas da Guerra do Paraguai, um misterioso barqueiro da ilha de Nossa Senhora do Desterro aporta na casa e na vida de Elisa, jovem que vivia às voltas com seus afazeres à beira-mar. A convivência do forasteiro com a família de Mestre Bele, pai de Elisa, há de transformar a rotina local. Diante do estranho, o desconforto e os rubores da moça aos poucos vão cedendo a sensações e sentimentos até então desconhecidos por ela.
É assim que se inicia “As brumas dançam sobre o espelho do rio”, romance publicado no principio dos anos 1980 e que agora, sob nova roupagem editorial, retorna às livrarias do Estado e de todo o Brasil.
Depois do sucesso de Verde Vale, obra em que focaliza a colonização germânica no Vale do Itajaí, Urda A. Klueger volta seus olhos de ficcionista para as comunidades e a cultura do litoral catarinense. Com uma linguagem fluente e objetiva, acessível ao comum dos leitores, a autora utiliza um fato histórico pouco difundido nos manuais – o isolamento de colonos e pescadores no interior de Santa Catarina para escapar à carnificina que foi a desventura brasileira no Paraguai – para dar vida a uma gente simples que luta por dignidade e, a sua maneira, por um mundo melhor.
Graças a suas qualidades de narradora, Urda se desvencilha de todas as armadilhas comuns aos romancistas que trabalham com motes históricos. O tratamento “descritivo” do período nunca se sobrepõe ao vigor do enredo e dos personagens, que crescem e se agigantam conforme avançamos romance adentro. Em Urda e seus livros, encontramos o sabor e a leveza das boas narrativas, daí a permanência da autora e a constante reedição dos seus livros. É leitura que sempre vale a pena”.

Pequeno texto do romance:

“De repente, começou a grande explosão de alegria da natureza, que era florescimento dos ipês amarelos. Ah! Elisa, que coisa linda, que coisa linda! Bem ali detrás da cabana dela floresceu um ipê inteiro, um ipezão que já deveria ser secular (...). O milagre de setembro, porém é algo que não se explica: o ipezão, que parecia seco, de repente era um ipê de ouro, tão fortemente dourado que doía nas vistas só de olhar. Ah! Elisa, que coisa linda, que coisa linda!”
Elisa (...) andava agora em grandes devaneios pela natureza, apaixonada pela vida e por tudo o que estava acontecendo ao redor. Setembro também entrara nela (...) e uma brisa mais forte vinha e derramava uma chuva de ouro de flores de ipê sobre a cabana. Ah! Elisa, que coisa linda, que coisa linda!”


172 Páginas – Preço: R$ 23,00 – ISBN: 978-85-86857-30-0 – 5ª edição

4 comentários:

  1. só por causa desse livro tenho q fazer um questionario q porraaaa.

    ResponderExcluir
  2. Sacanagem,tenho que falar sobre o livro e não tenho tempo para ler ele,estudo de manhã,tenho curso a tarde e a noite utilizo meu tempo para fazer meus deveres e estudar para o outro dia :S
    isso pode me ajudar muito,obrigado a todos!

    ResponderExcluir
  3. sou de 2015 e ainda tenho que ler essa porra de livro velho, eu quero ler é crepúsculo caralho kkk vlw flws!!!

    ResponderExcluir